É proibido xingar

“É proibido xingar/ diz um estatuto que eu li/ é proibido xingar/ pois os homens vão te pegar!”.

Em pleno Século XXI, só me faltava essa: censura, mordaça no torcedor de futebol. Dizer impropérios no estádio virou caso de polícia. O juiz marcou um pênalti inexistente contra seu time, o assistente anulou um gol legítimo em plena final de campeonato, a torcida adversária provoca a todo instante? Aguenta coração! E aguenta calado! Se xingar, vai em cana, vagabundo!
O mais engraçado disso tudo é que a lei foi sancionada pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva, torcedor ferrenho do “Curinthia” e apegado à linguagem popularesca como ninguém. Me poupe, viu. Esqueceram que o xingamento faz parte da cultura popular. 'Filho da puta', por exemplo, pode fazer referência até mesmo aos nossos melhores amigos, com quem temos um grau elevado de intimidade. Mas na arquibancada é crime? Façam-me o favor!
Acho que os fazedores de leis deste país deveriam se preocupar em simplificar a linguagem jurídica, e não transformar um simples xingamento na arquibancada em caso de justiça. Por outro lado, o novo Estatuto pode ser a deixa para que o torcedor aprenda a ser sacana na diplomacia, sem perder a classe, o que, aliás, faz dos nossos políticos eternos inocentes.
Não quero aqui fazer discurso contra o Estatuto do Torcedor. É inegável que a nova lei apresenta avanços em muitos pontos, no sentido de coibir a violência nos estádios. O cadastramento de associados das torcidas organizadas, por exemplo, é algo positivo, pode servir para acabar com a velha desculpa da ‘rixa de bairro’. Ou alguém já viu agressores e agredidos com camisas da Atalaia, Santos Dumondt, Santa Maria, Sol Nascente, Bugio...?
Outras medidas que tendem a moralizar o futebol soam um tanto quanto irônicas. Vamos a elas: 1) Cambistas flagrados vendendo ingressos de forma ilegal estão sujeitos a pena de um a seis anos de prisão, mais multa. Legal! Mas quanto às filas nos guichês dos estádios? O que prevê o Estatuto? 2) O torcedor que cometer ato de vandalismo e violência em até 5 quilômetros do estádio pode pagar multa, ser proibido de assistir aos jogos e até preso. Bonito! Mas a polícia, que sequer consegue impedir o famoso corre-corre nas arquibancadas, está preparada para isso? Sei não...
Sabido mesmo é que o torcedor xingador agora está sujeito a pagar caro por sua manifestação, como se muitas vezes o xingamento não fosse um ato involuntário. Recorrendo mais uma vez ao clássico 'filho da puta', quando um torcedor apaixonado xinga um bandeirinha, não idealiza a mãe do assistente de seios à mostra na janela de um bordel. Ele apenas fala por falar. Sou torcedor e sei. E, diga-se de passagem, é muito discriminatório achar que 'filho da puta' é um xingamento. Isso é, no mínimo, um desrespeito às prostitutas.
Disse e repito: os legisladores de plantão deveriam estar atentos, sim, a outro tipo de xingamento: o jurídico. Alguém precisa criar um projeto de lei que acabe com o linguajar pedante, dito em audiências e escrito em processos, que soa como xingamento para o cidadão brasileiro, seja ele torcedor ou não. Neste ponto, os ‘doutores’ da Justiça são craques e até recorrem ao latim e ao grego: “exequatur” pra lá, “data vênia” pra cá, “sinalagmático” acolá, enquanto o sujeito simples permanece sem entender nada e muitas ludibriado sem saber. Aí é foda... EITA PORRRA! XINGUEI! PUTA QUE PARIU! XINGUEI DE NOVO AO DIZER “PORRA”! MEU DEUS! E O “PUTA QUE PARIU”? CARALHO! VOU SER PRESO! Espera um pouco? Eu não estou em um estádio de futebol! Ufa, que sorte...

Comentários

Billy disse…
Bora Alvilão, eu xingo mermo nessa porra!!!

Qd ia aos jogos do Vitória no Barradão, ao passar na catraca de acesso já berrava um sonoro:

- Juiz seu fila da puta, vá tomar no meio do seu c...

Aí o cara da catraca aos risos, falou:

- Peraê doido, ainda nem começou o jogo...

Respondi:

- É pra não perder o costume e ele saber que nessa porra aqui tem hômi.

É prazeroso e impossível nao xingar num estádio.
Vitorão disse…
Na Série C de 2006 Vitoria x Pirambu Batistão quase fui preso pq xinguei o bandeirinha. O Cabo da PM me disse que saí da Bahia para desrespeitar 'a familia sergipana'. Por sorte meu amigo J Augusto apareceu e convenceu o PM de que eu era um torcedor apaixonado,inofensivo e nada mais.
Eduardo Muller disse…
Isso é utopia.

Imaginem o estádio todo calado, o juiz marcando situações erradas contra seu time, ou seu time apático perdendo? Fica calado VIADO!

Melhor xingarmos, tirarmos nosso stress cotidiano torcendo apaixanadamente pelo nosso time do coração, a ficar fazendo merda, batendo em mulheres, maltratando crianças. O xingamento em estádio não é crime. Para todas as coisas há relatividade.

Agora imagino: E o jogador? Será que vai poder xingar também? Será que vai ser preso quando comemorar um gol e mandar todo mundo pra puta que pariu??

Seria um "crime" diferente dos aplicados pelos torcedores?

Saudações Leoninas.

Obs.: Ainda bem que na final da copa do brasil não me fiscalizaram. Por que das 10 palavras que falava, 11 eram: PUA QUE PARIU, JOGAR "FILA DA PUTA", JUIZ DESGRAÇADO...etc etc!!
João Augusto disse…
Tomara que o estatuto do torcedor não seja extensivo para as casas, caso contrário estarei em situação difícil em casa, os vizinhos que o digam. Mas há uma fórmula, olha por lado, não tem PM, manda um palavrão
Anônimo disse…
A cultura popular usa com frequência a expressão "tapar o sol com a peneira". Neste caso, a exemplo do que é feito pelos políticos em outras esferas, o idealizador da nova lei justifica sua nobre função e tenta, literalmente, tapar o sol...
Agora pergunto: deixar a gente cada vez mais indignado com tanta palhaçada não é, também, uma forma de xingamento?


Nivaldo Menezes
Anderson Ribeiro disse…
Caralho!!! Texto filho da puta esse! Que merda esse estatuto! Vá se fuder! será que esses filhos de mãe que ronca não têm o que fazer? Vá tomar no cu, cara! Isso é um absurdo! kkkkkkkkkkkkkkkk. Como você disse, seu porra! Aqui pode.
Diógenes de S. disse…
Eu espero que essa seja mais uma das leis inúteis e daquelas que todo mundo sabe que existe, mas ninguém vê.
marcos cabidelli disse…
kkkkkkkkkkk. A verocimilhança de suas palavras é de arrepiar velho amigo! ... E O país pegando fogo! vai se f... op! vai que eles acham que estou num estádio né? abs amigo.

Postagens mais visitadas deste blog

A síndrome do chifrudo imaginário

Quero ser médico do Detran!

Gordo na academia