Fui citado injustamente!

Sou leitor assíduo da coluna do professor André Ramos no site Notícias de Sergipe. André é um desses caras que, apesar de não serem jornalistas de formação, vivem, pensam e agem jornalisticamente. Exatamente por isso, há cerca de um ano encontra tempo pra escrever sobre assuntos diversos - e voluntariamente -, ainda que às voltas com as obrigações de quem coordena o mestrado em Engenharia de Processos da universidade em que tanto ele quanto eu trabalhamos.

Pois bem. Esta semana tive acesso à 50ª coluna do André Ramos. O texto, espécie de mapeamento genético do jornalismo que corre nas veias deste professor-repórter, retrata a influência do seu pai, um advogado carioca aficcionado pelo Vasco da Gama e que chegou a viajar para a Escócia como representante da imprensa brasileira em um Mundial Sub-20. Tudo sem receber um tostão.

Em meio a uma história tão bacana e a uma habilidade textual capaz de nos reportar às transmissões de futebol "ao vivo" para Sergipe, nas quais o André fazia a voz da torcida no estádio, ainda não entendo porque o meu nome apareceu lá. Decerto, como mero repórter esforçado que sou, não mereço a referência feita pelo professor. Ainda assim, acredito que os leitores do botecospicio, estes sim, merecem ler a coluna deste jornalista de virtude. O que justifica este post.

Comentários

Thiago Barbosa disse…
num merece o q cabasafado, deixe de onda!
Dunya disse…
deixe de modéstia :P
Andre disse…
Alvaro,

Adorei os comentários!

O que coloquei na coluna é a pura verdade, viu? COmento com todos na UNIT, que quando você é responsável pela cobertura, fico relax total !

Vamos continuar esta "troca de figurinhas" do seu blog com a minha coluna.

Grande abraço!!
André Ramos
Eduardo disse…
Vc deve ter sido citado por apreciar o Vice da Gema..

hehhehehe!!

Modestia³

Postagens mais visitadas deste blog

A síndrome do chifrudo imaginário

Quero ser médico do Detran!

Gordo na academia