Em suma...



"O passado tenebroso de torturas, mutilações e assassinatos cometidos em nome da fé, o apoio a nazistas e ditadores vários e a cumplicidade com a propagação da AIDS em regiões carentes desqualificam o discurso 'pró-vida' das igrejas".

Trecho de Aborto e Estado laico, artigo do historiador e escritor Guilherme Scalzilli na Revista Caros Amigos, edição de outubro/2008.

Comentários

Anderson Ribeiro disse…
E não é à toa que ela [a igreja] ainda posa com ar de onipotente para mostrar seu poder. O pior é que ainda cria seus templos fantásticos, de presença marcante, para uqe todos percebam sua soberba. Mesmo que construam implorando a ajuda de comunidades carentes de um Deus mais poderoso que a pouca fé que têm em si mesmos; mesmo que construam em nome da fé dos servos. Os mesmos que pedem ajuda todos os dias por dias melhores em suas vidas, aos pés dos santos que elas exibem e que pregam temência... Prefiro não me estender mais.
Débora disse…
essa mãozinha levantada aasim pra cima, me lembra uma piada infame que eu vi um dia numa comunidade do orkut. com a foto de hitler, nesta mesma posição, a legenda dizia: "para o alto e avante!".

eu ri uns dois dias seguidos.
:~
Billy disse…
Eu comprei um pára-quedas e o pára-quedas não se abriu, eu mandei que o fabricante fosse pra polícia do Rio...

heheheheheheheheh
Eduardo disse…
Não sei se compreendi, mas essa frase é um tanto quanto forte. Mas de fato, a classe nobre a qual dizia "pregar" a vida, tem histórico duvidoso e possivelmente tenebroso.
Anônimo disse…
Aqui tá cheio de poetas...rsrsrsrsrs

Postagens mais visitadas deste blog

A síndrome do chifrudo imaginário

Quero ser médico do Detran!

Gordo na academia