Dunga e os zangados

"Dungaburro'. Este foi um dos tópicos mais comentados do twitter na semana passada, depois que o técnico da Seleção Brasileira anunciou a convocação para a Copa do Mundo 2010. Um fenômeno, o Dunga. Conseguiu injuriar toda a nação mesmo convocando praticamente o mesmo time que venceu a Copa das Confederações, a Copa América, goleou Portugal, carimbou o passaporte para a África do Sul com antecedência, fora de casa e diante da rival Argentina.
Não é difícil entender porque o Brasil vitorioso do Dunga desagrada. Este é o preço de quem comanda a Seleção de um país de torcida apaixonada, de imprensa passional, capaz de elogiar e execrar o mesmo time em um curto espaço de tempo, na tentativa desesperada de pautar o treinador. Danem-se os números, o povo - incitado por esta imprensa volúvel - quer ver é o Neymar pedalando, o Ronaldinho Gaúcho fazendo firulas circenses. Pois eu prefiro dar a cara à tapa, seguir na contramão da opinião pública: Dunga está mais do que certo. Se eu fosse o técnico do Brasil, no meu time não estariam Doni, Gomes, Gilberto, Michel Bastos, Josué, Júlio Baptista e Grafite. Mas isso era para ter sido visto antes. Agora, às vésperas da Copa, a equipe do Dunga tem dado resultados, tem sido eficiente e isso é o que importa. Fazer o quê?
Há quem não concorde com os argumentos do Dunga, sobretudo o do compromisso com a camisa da Seleção Brasileira. A estes, faço questão de lembrar que o Ronaldinho Gaúcho ficou três anos sem jogar bola por desinteresse; e, mais do que isso, o Brasil perdeu uma Copa, dentre outras coisas, por falta de compromisso do lateral esquerdo Roberto Carlos, que resolveu ajeitar a meia durante uma perigosa cobrança de falta da França.
Há quem cobre o futebol arte. A estes, cabe avisar que futebol arte nos enche os olhos, mas nem sempre dá resultado. Messi é o melhor jogador do planeta, mas nunca fez nada pela seleção argentina. Espero que continue assim na Copa. O Neymar e o Ganso de hoje são o Diego e o Robinho que há pouco tempo atrás saíram do Brasil como 'os meninos da Vila' para perder as Olimpíadas. Detalhe: eram tidos como o melhor escrete olímpico brasileiro de todos os tempos.
Somando-se tudo isso aos resultados do Dunga e a outras questões que precisam ser consideradas durante a formação de um bom elenco, como o companheirismo, por exemplo, defendo o carrancudo treinador com unhas e dentes. Temo apenas pela falta de um reserva do Kaká, mas quero acreditar que o Dunga já tenha um esquema tático para superar esta carência. Acho isso quase impossível, mas agora só me resta acreditar, afinal, também sou um fanático torcedor brasileiro.

Comentários

Andre Ramos disse…
Grande Álvaro,

Concordo plenamente com você. Também estou na contra-mão da torcida brasileira, mas acredito que Dunga manteve a base vencedora e tem muita chance de se dar bem. Só não concordo com os seus não convocados, eu só faria algumas trocas: Doni por Vitor, do Grêmio (Gomes fez uma excelente temporada na Inglaterra); Gilberto e Michel Bastos é o que temos de melhor atualmente na lateral-esquerda (sim, estamos numa entressafra); também não conovocaria Josué (chamaria o Ganso, afinal,um pouco de ousadia e elemento-surpresa é preciso); chamaria Julio Baptista (sempre foi muito bem no time de Dunga e tem qualidades) e Grafite (precisamos de um centro-avante trombador). E não chamaria Kleberson (chamaria no Ronaldinho Gaúcho no lugar, pela experiência). Grande abraço, amigo !!
Álvaro Müller disse…
Amigo André, pode me chamar de louco, mas eu levaria o Léo Moura para a lateral esquerda. O cara é um bom apoiador, velocista e tem fôlego para os 90 minutos. Grande abraço!
Viva La Brasa disse…
Sei não, hein... Sou mais o River Plate de Carmópolis.
Anônimo disse…
Minha opinião é a mesma do rubro negro Álvaro.. levaria o Léo Moura... :)
Álvaro Müller disse…
Alto lá, caro "anônimo"! Eu sou rubro-negro, sim, mas baiano!!! Antes que alguém pense que eu sou flamenguista, é bom deixar claro. Abraço e obrigado pelo comentário!
Esse Alvinho está querendo apenas ser do contra... Parece a tática de Augusto Bezerra... Um abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

A síndrome do chifrudo imaginário

Quero ser médico do Detran!

Gordo na academia