E o Chico, João?

Veja trecho da notícia "O Rio São Francisco visto por João Alves", escrita pelo jornalista Ivan Valença e publicada na Infonet, em 21/10/2008:

Diz o dr. João em determinado trecho: “O volume de água a ser retirado do Rio São Francisco será de 126m3/s, cabendo observar que se, de fato, essa água fosse destinada ao consumo humano, como a propaganda enganosa do governo procura passar à opinião pública – alegando o próprio presidente da República que só se vai retirar do rio uma ‘cuia d´água’ para matar a sede de pobres sertanejos carentes –, daria, adotando-se padrões de consumo rural, para atender a uma população de mais de 100 milhões de pessoas. Ocorre que a população rural sem água do semi-árido, a qual o projeto supostamente se destina, não ultrapassa 5 milhões, dos quais serão atendidas pelo projeto, em suas casas, de 500 a 700 mil pessoas”. O dr. João revela que o custo oficial previsto da obra será de R$ 6,5 bilhões, porém, cálculos realizados por técnicos independentes admitem um patamar bem acima, de R$ 10 a R$ 15 bilhões.


(...)

Ele comenta que o povo brasileiro é fascinado por projeto megalomaníacos e os políticos brasileiros se rendem a eles. Faz até um mea-culpa (p. 45) ao falar da ponte que liga Aracaju-Barra. E finaliza: “Em resumo, o projeto da transposição é tecnicamente errado, socialmente injusto, ecologicamente destrutivo e politicamente desastroso, por causar uma insana crise federativa”.

Tá bom, "Dr." João. Agora me explica uma coisa: O QUE É QUE A "PROPAGANDA ENGANOSA" ABAIXO ESTÁ FAZENDO NO SEU JORNAL???


Em tempo de crise, espero que essa "propaganda enganosa" tire os "chicos" dos meus colegas do Correio da reta. Pelo menos, né?



Comentários

Anderson Ribeiro disse…
Tão pagannnnnnnnnnnnnnnnnnndo! hehehehe
tati disse…
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

pérolas do jornalismo sergipano!
joão áquila disse…
quando a verba fala mais alto...
Thiago Barbosa disse…
A coisas na vida que o dinheiro não compra...mas ideologia se compra fácil, fácil!!!!!!
Thiago Barbosa disse…
HÁ coisas...do verbo haver, foi mal!!!!!
kakakakakaka, é disso que eu falo, tá vendo, depois me chamam de chata. Parece até que o governo federal fez de propósito. Fazer o que? O jornal precisa circular agora euuuuuuuu, se fosse raimundo britto, tinha colocado uma das matérias de João Falando mal da transposição no mesmo caderno onde saiu a publicidade.
O Presidente disse…
Carajo o lado comercial do jornal independe de ideologias. Vcs jornalistas são pagos pela grana que a galera do COMERCIAL levanta. Por outro lado vende-se bem se o conteúdo for relevante, ou seja, o trabalho de vcs jornalistas deve ser bem feito para que a galera de vendas tenha sucesso. A via é de mão dupla.
googler disse…
I will pass on your article introduced to my other friends, because really good!
wholesale jewelry
Anônimo disse…
Parabéns Álvaro;

Fico feliz, por sua produção e pelo convite.

Sucesso sempre!

Selma Patriota

Postagens mais visitadas deste blog

A síndrome do chifrudo imaginário

Quero ser médico do Detran!

Gordo na academia