Eis aqui a grande invenção da internet! A inimaginável fusão do boteco, ponto de discussões filosóficas e nascedouro das soluções para todos os problemas políticos, econômicos e sociais do mundo, com o hospício, furna da mais pura sinceridade, livre das convenções, amarras e obrigações sociais. Coerências ou devaneios, tudo vale. Tudo é possível. Portanto, seja bem-vindo! Entre, sente, tire a camisa de força e tome mais um gole, sem pressa para pedir a saideira.

segunda-feira, agosto 10, 2009

Cordel na Era do "Brasil internético"

video

Texto: Thiago Barbosa
Narração: Nino Karvan
Edição: Álvaro Müller

6 comentários:

LuizCorumba disse...

muito boa a reportagem! parabéns!

Anderson Ribeiro disse...

Putz, muito boa mesmo! tá vendo sempre achei que uma matéria com rimas de cordel valeria a pena. Viva a ousadia da TV Pública!

Anônimo disse...

Sou suspeito para falar dessa matéria hehehe...obrigado por essa edição primorosa meu mestre! E viva o cordel internético!

Thiago Barbosa

Viva La Brasa disse...

Aê playboy, tu tá citado no último post do VxLxBx:
http://vivalabrasa.blogspot.com/

Keep walking @

Anônimo disse...

Alvaro,
Adorei a matéria.
Aliás, falar de cordel merece sempre um louvor.
Simone Tuzzo

ires disse...

Qierido Alvaro

Fico muito feliz quando leio trabalhos que buscam o resgate da cultura popular e esta sobre cordel me fez voltar a infância em Aporá quando eu esquecia de comprar na feira livre o que era solicitado por vovo para ficar ouvindo os "trovadores" ou leitores de cordel. Alem disso, existiam as "rezas" que eram acompanhadas por bandas de pífano ou zabumbas, como eram chamadas. Infelizmente, estamos perdendo esses traços culturais, estamos perdendo a nossa identidade. Continue assim, na luta pela preservação da nossa cultura.
Te amo!
Ires